Wednesday, April 29, 2015

DOR ETERNA

Uma velhota vestida de luto
Uma garota caída no esgoto
Com bebedeira a segurar a esquina
A mexeriqueira a vigiar pela curtina 

LÁGRIMAS CORREM,
DE UMA DOR AGUDA
GERAÇÕES MORREM
E NADA MUDA
ANTIGA CENA
NA VIDA MODERNA
E A GENTE PENA
NESTA DOR ETERNA

Mulher varina com a vela acesa
Família cigana sem nada na mesa
Marido e mulher brigão sem parar 
Soldado a morrer com dó de matar

LÁGRIMAS CORREM,
DE UMA DOR AGUDA
GERAÇÕES MORREM
E NADA MUDA
ANTIGA CENA
NA VIDA MODERNA
E A GENTE PENA
NESTA DOR ETERNA

Mãe com filha passa vestida de preto
Vagabundo assa  charro num espeto
Ladrão bandido com sangue na mão
Amante perdido nas ruas da ilusão

LÁGRIMAS CORREM,
DE UMA DOR AGUDA
GERAÇÕES MORREM
E NADA MUDA
ANTIGA CENA
NA VIDA MODERNA
E A GENTE PENA
NESTA DOR ETERNA




© Todos os direitos reservados. Manuel Rosa/Sing Your Heart Out 1970- 2015

Friday, April 10, 2015

AMOR ETERNO

Saber sonhar com coisas boas
Foi algo que aprendi contigo
Conhecer as boas pessoas
Saber ser amigo do amigo

Lutar sempre pelo bem
Ser fiel a quem é nosso
Não fazer mal a ninguém
Amar tanto quanto posso

QUEM É QUE NÃO QUER AMOR?
QUEM É QUE NÃO QUER AMAR?
SER QUEM SABE DAR O VALOR
E TER QUEM SABE VALORIZAR
  QUEM NÃO SOFRE COM TRAIÇÃO?
  QUEM NÃO SENTE  PAIXÃO E DOR?
  QUEM NÃO QUER SEU CORAÇÃO
  REPLETO DE PAZ E DE AMOR?

Amas-me por bem e mal
Sem nunca me desamparar
És o amor mais natural
Que jamais irei encontrar

E nunca esqueces de mim
Venha lá seja o que for
Não tem inicio nem fim
Porque é eterno nosso amor

QUEM É QUE NÃO QUER AMOR?
QUEM É QUE NÃO QUER AMAR?
SER QUEM SABE DAR O VALOR
E TER QUEM SABE VALORIZAR
  QUEM NÃO SOFRE COM TRAIÇÃO?
  QUEM NÃO SENTE  PAIXÃO E DOR?
  QUEM NÃO QUER SEU CORAÇÃO
  REPLETO DE PAZ E DE AMOR?



© Todos os direitos reservados. Manuel Rosa/Sing Your Heart Out 1970- 2015

Thursday, April 9, 2015

PESCA DO BACALHAU

Meu pai foi bom pescador
Nas lanchas do Porto Pau
E ganhou muito louvor
Na pesca do bacalhau

"Nasceu com cana na mão"
Era o que o povo dizia
"Que até nem p'ró caixão,
Vai poder ir de mão vazia"

A MARÉ ESTÁ ENCHENTE
O TEMPO NÃO ESTÁ MAU
VAMOS RAPAZES EM FRENTE
Á PESCA DO BACALHAU
É SEMPRE TEMPO DE PESCA
TODO DIA, TODA A HORA
Ó PÁ VAMOS Á PESCA,
VAMOS LÁ, VAMOS EMBORA

Minha mãe já não suportava
Porque era todo o dia nessa
E p'rá nossa avò cramáva
Ele anda virado da cabeça

Mamã gritava com paixão
Que acudisse aquela gente
Tá dia todo de cana na mão
E só com bacalhau na mente

A MARÉ ESTÁ ENCHENTE
O TEMPO NÃO ESTÁ MAU
VAMOS RAPAZES EM FRENTE
Á PESCA DO BACALHAU
É SEMPRE TEMPO DE PESCA
TODO DIA A TODA A HORA
Ó PÁ VAMOS Á PESCA,
VAMOS LÁ, VAMOS EMBORA

Quem dominou o oceano
Desde o tempo antigo
Foi nosso povo Lusitano
Confrontando mar e perigo

Português nasce a pescar
Por necessidade ou prazer
Enquanto houver cana e mar
Há bacalhau para comer

A MARÉ ESTÁ ENCHENTE
O TEMPO NÃO ESTÁ MAU
VAMOS RAPAZES EM FRENTE
Á PESCA DO BACALHAU
É SEMPRE TEMPO DE PESCA
TODO DIA A TODA A HORA
Ó PÁ VAMOS Á PESCA,
VAMOS LÁ, VAMOS EMBORA



© Todos os direitos reservados. Manuel Rosa/Sing Your Heart Out 1970- 2015